terça-feira, abril 28, 2015

1975: Escurinho pede salário "absurdo" e mais um apartamento quitado...

É, os tempos, decididamente, eram outros. No início do ano de 1975 - portanto, há 40 anos - o Internacional ainda não imaginava que ganharia o campeonato brasileiro de futebol daquele ano, pela primeira vez, e sendo o primeiro clube gaúcho a fazê-lo. Mas o time, já dirigido por Rubens Minelli - o paulista que revolucionou o futebol gaúcho e fez com que este deixasse de ser um mero esquema de chutes, retranca e muita garra - já estava armado, com grandes jogadores, como Figueroa, Paulo César Carpegiani e, claro, Falcão. Mas Escurinho, que seria decisivo por seus gols de cabeça, naquele e no ano do bicampeonato, 1976, quase não renovou com o Inter pois fez uma pedida salarial "absurda": queria 14 mil cruzeiros de salários mensais e mais um apartamento quitado... Difícil saber quanto valeria hoje 14 mil cruzeiros, mas certamente não ia além de 30 ou 40 mil reais. No final das contas as duas partes acabaram se entendendo, para o bem dos torcedores colorados. Reprodução da coleção do Correio do Povo, Arquivo Histórico de Porto Alegre.

A morte do gigante chamado Humphrey Bogart

No dia 14 de janeiro de 1957 morria Humphrey Bogart, uma das lendas do cinema e que é mais lembrado por Casablanca, ao lado de Ingrid Bergmann, e a célebre frase "Toque outra vez, Sam!". Nascido em Nova Iorque, no dia de Natal de 1899, filho de um médico cirurgião, fez cinema sem nunca ter cursado uma escola de teatro. Dele dizia-se que ia para as filmagens de manhã cedo, depois de ter passado a noite bebendo e fumando. Tanto bebeu e tanto fumou que morreu de câncer do esôfago, no verão de 1957, como se vê na matéria da Revista do Globo, publicação da editora Globo, de Porto Alegre. A reprodução é da coleção do Arquivo Histórico de Porto Alegre.