sábado, agosto 23, 2008

23 de agosto na História

Tonia Carrero, Suzana Vieira e Nelson Rodrigues (falecido) nasceram no dia de hoje.





23 de Agosto é o 235º dia do ano no calendário gregoriano (236º em anos bissextos). Faltam 130 para acabar o ano.

Eventos históricos
1793 - Revolução Francesa: uma levée en masse foi decretada pela Convenção Nacional.
1808 - A cidade de Porto Alegre é oficialmente criada, desmembrando-se de Viamão.
1893 - É instalado o 1.º de uma série de cabos telegráficos submarinos - ligando a cidade da Horta (Açores) a Lisboa (Carcavelos).
1924 - Os planetas Terra e Marte atingem a maior aproximação desde o século XX.
1927 - Sacco e Vanzetti são executados.
1940 - Segunda Guerra Mundial: Os alemães começam o bombardeio a Londres.
1962 - John Lennon e Cynthia Powell se casam.
1979 - Deserção da estrela do Balé Bolshoi: Alexander Godunov.
1989 - Realiza-se a Cadeia Báltica unindo os três países bálticos.
1990 - A Alemanha Ocidental (ou RFA) e a Alemanha Oriental (ou RDA) anunciam sua união em 3 de Outubro.



Nascimentos
1708 - Dom Frei João Evangelista Pereira da Silva, português, bispo de Belém do Pará (m. 1782)
1754 - Luís XVI, rei da França (m. 1793)
1769 - Georges Cuvier,paleontologista francês.
1851 - Ramiro Barcellos, político brasileiro (m. 1916)
1852 - Arnold Toynbee, economista e reformista social (m. 1975)
1891 - Luís Inácio de Anhaia Melo, arquiteto e político brasileiro (m. 1974)
1912 - Nelson Rodrigues, dramaturgo, escritor, jornalista e comentarista de futebol brasileiro (m. 1980).
1922 - Tônia Carrero, atriz brasileira.
1942 - Suzana Vieira, atriz brasileira.
1947 - Keith Moon, músico (The Who) (m. 1978).
1962 - Paula Toller, cantora brasileira (Kid Abelha).
1963 - Glória Pires, atriz brasileira.
1970 - River Phoenix, ator estadunidense (m. 1993).
1971 - Demetrio Albertini, ex-jogador de futebol italiano.
1975 - Gustavo Endres, jogador de volei brasileiro.
1976 - Edinanci Silva, judoca brasileira.
1977 - Douglas Sequeira, jogador de futebol costa-riquenho.
1978 - Julian Casablancas, cantor e compositor (The Strokes).
1978 - Kobe Bryant, jogador de basquete da NBA.
1983 - Marianne Steinbrecher, jogadora de vôlei brasileira.

Falecimentos
634 - Abu Bakr, Califa do Islã.
1176 - Rokujo, 79º imperador do Japão.
1305 - William Wallace, patriota escocês (executado).
1540 - Guillaume Budé, humanista francês.
1806 - Charles Augustin de Coulomb, físico francês (n. 1736).
1892 - Manoel Deodoro da Fonseca, primeiro Presidente do Brasil (n. 1827).
1927 - Nicola Sacco, anarquista italiano (executado) (n. 1891).
1927 - Bartolomeo Vanzetti, anarquista italiano (executado) (n. 1888).
1982 - Alberto Cavalcanti, diretor brasileiro.
1982 - Stanford Moore, químico dos EUA.
1987 - Didier Pironi, piloto de Formula 1 francês (n. 1952).
1997 - John Cowdery Kendrew, bioquímico britânico (n. 1917).
1988 - Menotti Del Picchia, poeta e escritor modernista ítalo-brasileiro (n. 1892).

Feriados e eventos cíclicos
Dia do Artista.
Dia da Infância.
Dia da Libertação da Romênia (1944)
Dia Internacional em Memória da Escravidão e da Abolição
Dia de Luta contra a Injustiça
Dia do Internauta
Santa Rosa de Lima
São Flaviano de Autun
São Zaqueu de Jerusalém
São Lupo
Santa Tydfil
Santo Irineu de Lyon



(Fonte: Wikkipedia)

Caso Simpson dividiu os norte-americanos

Simpson e Nicole: ele a teria assassinado realmente?
Um caso de racismo - só que às avessas, desta vez beneficiando uma pessoa negra.
Assim, em linhas gerais, pode ser entendida a absolvição do ex-astro de futebol americano O.J.Simpson, 48 anos, na década de 70, uma espécie de Pelé do esporte mais popular dos EUA. Simpson - ou Orenthal James Simpson - jogou muitos anos no Buffalo Bills.

O julgamento teve seu desenlace em 3 outubro de 1995, em Los Angeles, um ano depois da brutal morte de Nicole Brown Simpson (na foto, com ele), ex-mulher de O.J., e do amigo dela, Ronald Goldman, fato acontecido em 12 de junho de 1994. O júri - na verdade um grande show - durou 372 dias até o veredito final e consumiu nove milhões de dólares do contribuinte norte-americano. Simpson teria gasto de quatro a sete milhões com a sua equipe de advogados e de especialistas - só um perito em testes sanguíneos cobrou 100 mil dólares para dar seu testemunho no tribunal. Calcula-se que 60 milhões de pessoas, somente nos EUA, acompanharam o julgamento pela televisão, incluindo aí o então presidente Bill Clinton.

O resultado deixou muita gente estupefata, pois os jurados deram um veredito que contrariava todas as evidências. Tal resultado, no entanto, pode ter evitado a eclosão de novos distúrbios raciais na segunda maior cidade americana, um barril de pólvora sempre prestes a explodir.A absolvição de Simpson foi comemorada pelos negros dos Estados Unidos, que viam na acusação contra o astro do beisebol mais uma atitude racista da polícia de Los Angeles. E foi a polícia que, em última análise, pôs tudo a perder - talvez até, por suas falhas, colocando em liberdade um assassino frio e calculista.

A acusação alegou que Simpson matou sua ex-mulher por causa de um ciúme doentio - ele imaginava que ela estava tendo um caso com um dos seus amigos. O crime aconteceu na noite de 12 de junho de 1994, no jardim da casa de Nicole, uma ex-garçonete que dele se divorciou em 1992. Ela morava em um dos bairros mais chiques de Los Angeles - cidade marcada por profundas divisões raciais (brancos, negros e latinos) e por uma incontrolável guerra de gangues na periferia. O assassino atacou as duas vítimas entre 22h15 e 23 horas, com uma arma que nunca foi encontrada - um instrumento contundente que deixou uma poça de sangue no local, constatando-se que as vítimas lutaram muito contra o agressor. Não houve testemunhas e todas as provas eram circunstanciais. Ron Goldman, o amigo de Nicole, aparentemente deu um tremendo azar, pois foi a casa desta apenas para devolver os óculos esquecidos pela mãe de Nicole no restaurante onde ele trabalhava, e acabou encontrando a morte. O..J. Simpson foi preso cinco dias depois pela polícia e formalmente acusado pelo crime.

Contra ele pesaram muitas evidências, especialmente suas reações imediatas após o fato: deixou uma carta na qual falava em suicídio e fugiu em um jipe, onde, no seu interior, havia uma barba postiça e o passaporte. Também os exames de DNA (que, em 1994, já era empregado como prova nos EUA) comprovaram a existência do sangue das vítimas na casa de Simpson. Além disso ele não conseguiu explicar direito onde estava no horário do crime - alegou que jogava golfe em casa. Pior: uma luva sua foi encontrada no quintal da sua própria casa, com o sangue das vítimas. Comportalmente, outro fato que chamou a atenção foram as manifestações obsessivas de ciúme e as repetidas surras que Simpson aplicava na sua mulher, sempre ameaçando-a de morte. Mesmo sendo negro - mas nem de longe militante da causa - ultimamente o astro do beisebol só namorava loiras, como Nicole.

A seu favor contou o fato de alguns dos policiais que atenderam a ocorrência serem notoriamente racistas, sendo suspeitos de haver plantado as provas. Segundo se apurou depois, os policiais não coletaram o sangue devidamente, carregando o material durante horas (abaixo de um calor fortíssimo) antes de deixá-lo no laboratório. Um deles, Mark Fuhrman, era abertamente racista e neonazista - embora nunca ousasse reconhecer isso. A defesa apresentou uma fita em que o policial fala com desprezo dos negros e, a certa altura, diz que "quando se trata de um crioulo, primeiro você prende e depois faz as regras." Como o jurí, de doze pessoas, era formado majoritariamente por negros - entre eles havia apenas dois brancos e um hispânico - o fator racial foi decisivo.

O chamado "Caso Simpson" dividiu os Estados Unidos: logo após o julgamente uma pesquisa constatou que para 75% da população branca Simpson era o culpado, enquanto 78% dos negros acreditavam que ele era inocente. No total, 56% dos norte-americanos discordaram da absolvição, entre apenas 33% que concordaram.Provavelmente culpado, O.J.Simpson não tem do que reclamar: declarado inocente, ele ficou com a guarda dos dois filhos que teve com Nicole e ainda faturou muito dinheiro, vendendo entrevistas, reportagens e depoimentos sobre o caso. De qualquer forma, o caso Simpson chamou a atenção para as divisões raciais da sociedade americana, especialmente a de Los Angeles, cuja polícia é das mais violentas, racistas e corruptas dos Estados Unidos. (Pesquisa e texto: Conselheiro X.)

sexta-feira, agosto 22, 2008

Foto de Henri Cartier-Bresson. Se estivesse vivo, completaria hoje 100 anos de idade.

Estudantes da Unisinos continuam no bairro


Um grupo de estudantes da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, esteve hoje entrevistando moradores do Jardim botânico, em um trabalho de pesquisa sócio-funcional que visa desenvolver um projeto urbanístico do bairro (apenas para fins escolares). Cristine Müller, Alexandre da Costa e Roberto Filho são alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Bom trabalho a eles.

Rosana: de simples "passeadora de cães" a empresária do ramo de pet shop

Os dois trabalham em casa, na rua Itaboraí: pioneirismo no bairro.Em fevereiro, em meio ao Carnaval, a decoradora Rosana Sousa - apaixonada por cachorros - teve uma ideia: já que há tantas pessoas sozinhas, a maioria residindo em apartamentos, a maioria com um cão de estimação, por que não se oferecer para levar esses animais para um passeio, cobrando por isso?
Meio na brincadeira, como explica ela, surgia a primeira "passeadora de cachorros" do Jardim Botânico. Hoje, menos de seis meses depois, a ideia deu tão certo que Rosana e o marido, Leandro, têm uma empresa registrada e com mais de 60 clientes - a Ro-Lê Alimentos e Passeios. Aproveitando o crescimento do "mundo cão" (cada vez há mais cachorros no bairro), ela entrou firme nesse ramo. "A gente já era conhecida por ter cachorros em casa, três rotweiller e um vira-latas. Em um final de semana começamos a distribuir panfletos e, já na segunda-feira, tínhamos o nosso primeiro cliente", lembra ela.
Sem nunca terem atuados nesse segmento, os dois levaram a coisa a sério e foram se inteirando das necessidades dos donos dos cães. Moradora do bairro há muitos anos (rua Itaboraí), ex-aluna do colégio Otávio de Souza, Rosana logo percebeu que, de simples "passeadora de cães" - ou "dog walker" - poderia evoluir para algo ainda mais rentável: comercializar alimentos e produtos de higiene e beleza para os cães, criando uma espécie de mercado e boutique para os bichanos - incluindo aí gatos. Aos poucos, ela foi procurando pets e agropecuárias, oferecendo produtos que trazia, principalmente de São Paulo: aditivos alimentares, petiscos, xampus, sabonetes, talcos, higienizadores etc. Hoje a clientela está por toda Porto Alegre, (é representante exclusiva da Boccaditos) e não cessa de crescer. "Começamos em março com os alimentos, que compramos direto das fábricas, e o crescimento foi rápido", afirma ela. "O meu interesse, hoje, é vender em quantidade, para donos de pets e agropecuárias, mas se um deles me fizer o pedido, por exemplo, de um único xampu, eu vou lá e entrego, sem problemas".
SEM EMPREGADOS - Trabalhando em casa ("nosso ponto de contato"), sem nenhum funcionário, marido e mulher se desdobram para atender uma clientela que vai de uma simples dona de casa a um proprietário de um grande Pet Shopping. A atividade inicial - passeador de cães - já pode ser considerada secundária, mas nem por isso é descuidada: todas as segundas, quartas e sextas-feiras, Rosana e Leandro podem ser vistos, caminhando pelas ruas do Jardim Botânico, com um ou mais cachorros à sua volta.
"A função de dog walker é pouco conhecida em Porto Alegre, ainda, e nós fomos os primeiros aqui no bairro. Hoje nós temos clientes fixos e trabalhamos sete dias por semana, sem parar, de manhã até às 10 horas da noite", conta Rosana.
Rosana fez questão de profissionalizar tudo. Passear com cães, ao contrário do que se possa pensar, não é algo tão simples assim. "Primeiro, é preciso ter amor pelos animais, conhecer a psicologia e as necessidades deles", relata ela. Cheia de cuidados, ela, ao passear, não deixa o cão cheirar ou comer coisas estranhas, "até porque há o risco de envenenamento". O procedimento inicial é ir até a residência da pessoa interessada, conhecê-la e tomar conhecimento das características do cão - se está com as vacinas em dia, se tem algum problema de saúde, se é nervoso ou calmo, se está estressado, se gosta de correr, qualquer detalhe é importante. Com base nisso tudo é feito o preço - os passeios vão de 15 minutos a uma hora, e os preços variam - um cachorro é um preço, dois ou mais é outro - de 13 reais (um cão, passeio de 15 minutos 3 vezes por semana) a 52 reais (passeio de uma hora, três vezes por semana). O passeio de 15 minutos geralmente basta para desestressar o cão - em especial os que moram em apartamentos.
Os clientes são pessoas de classe média, a maioria residindo em apartamentos. "A clientela é bem diversificada. Muitos são mulheres, a maioria moram sozinhos e são separados, e todos residem aqui no Jardim Botânico", conta Rosana. "Há o caso, por exemplo, de um rapaz que mudou-se para São Paulo, para trabalhar, e deixou seu cachorro com os pais. Como estes não tem muito jeito com animais, eles me contratam para fazer os passeios e dar orientações sobre o cão".
Meticulosa, ela tem tudo organizado em fichas, com informações sobre os cães e seus donos. Em sua casa, na rua Itaboraí, o seu "ponto de contato", tudo é higiênico e transmite uma aparência profissional. Hoje a Ro-Lê também tem tele-entrega de seus produtos - cujos preços vão de 1 real a mais de 30 para os lojistas (para os demais clientes é cobrado o preço normal de pets, sem descontos). "E pretendo, em breve, trabalhar com decoração de ambientes para cães e gatos", anuncia ela.


Pichadores foram autuados na Bento Gonçalves

* Através de denúncia feita pelo 153, telefone do disque-pichação, agentes da Guarda Municipal autuaram na noite desta quinta-feira, 21, seis pichadores integrantes de uma gangue, no bairro Partenon, zona leste da Capital. O grupo pichou oito prédios ao longo da Avenida Bento Gonçalves. Entre eles estavam dois adolescentes de 14, dois de 15, um de 17 e um adulto de 19 anos.
De acordo com os agentes da Guarda Municipal, foram apreendidos com pichadores: dois tubos de spray, duas garrafas pet com tintas, esponjas e mochilas. Os adolescentes foram conduzidos ao Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca) onde serão submetidos a medidas sócio-educativas e o adulto foi apresentado a área judicial.
Empenho - O secretário Marco Antonio Seadi, afirmou que a Guarda Municipal está empenhada 24 horas por dia na luta para retirar estes delinqüentes das ruas da cidade. "Não seremos complacentes e estamos trabalhando com afinco para não deixar espaços para estes vândalos", completou.
No período de 01 de janeiro a 14 de agosto de 2008, o Disque Pichação recebeu um total de 258 denúncias que resultaram em 56 prisões. Hoje, a corporação possui um efetivo de 569 Guardas Municipais, 25 carros que ficam à disposição 24 horas por dia, além de 13 motocicletas. A população, sempre que observar atos de vandalismo (pichação ou destruição do patrimônio público ou privado), pode acionar o Disque-Pichação no telefone 153.
* O Caminho do Livro segue como uma opção de lazer, todos os sábados, no Centro Histórico. A feira funciona das 10h às 16h, na Rua Riachuelo, entre a Avenida Borges de Medeiros e a Rua General Câmara. Neste trecho, são instaladas cerca de 40 bancas de livreiros já estabelecidos na Riachuelo e de outras lojas inscritas para participar do evento. A cada edição, é preparada uma programação especial, que inclui apresentações artísticas, sessões de autógrafos e bate-papos com escritores.
Para este sábado, 23, a partir das 11h40, está prevista a presença da banda “Saudade que Ficou”, que interpretará sucessos da Jovem Guarda. Às 11h, será realizada a leitura de microcontos, com a Editora Casa Verde e convidados. Na parte da tarde, uma das atrações será a participação a atriz Bárbara Camargo, que participa desde 1997 da equipe permanente de contadores de história da Feira do Livro. A partir das 15h, Bárbara vai coordenar a contação de histórias no Caminho do Livro.
Outras atrações - Há ainda atrações paralelas, como a IV Mostra de Pesquisa: Produzindo a História a partir de Fontes Primárias, no auditório do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul (Rua Riachuelo, 1031), das 8h30 às 12h. O tema é "Guardando o Passado: arquivistas e historiadores", e as inscrições devem ser feitas antecipadamente pelos telefones 3227-1698 e 3211-2867.
Durante a realização do Caminho do Livro, a Rua Riachuelo fica bloqueada ao trânsito entre a Avenida Borges de Medeiros e a Rua General Câmara. A rota alternativa se dá pela Rua Jerônimo Coelho, e o acesso para moradores e expositores deve ser feito pela esquina com a Rua General Câmara. Em caso de chuva, a feira será cancelada, tendo em vista que todas as atrações são ao ar livre.
A programação completa está no site www.portoalegre.rs.gov.br/vivaocentro.

* Um dos problemas de saúde que mais atinge a população, o aparecimento de varizes traz, ainda, grandes danos estéticos, especialmente aos membros inferiores. Esse mal é três vezes mais freqüente em pacientes do sexo feminino, mas também afeta os homens. Felizmente, as técnicas de remoção avançaram bastante nos últimos anos, o que garante mais conforto e segurança para os pacientes. Reconhecido nacionalmente por seu pioneirismo nessa área, o Hospital São Lucas da PUCRS realiza, em 29 e 30 de agosto, seu I Encontro de Flebologia. Durante esses dois dias, alguns dos principais especialistas do mundo inteiro, além de palestrantes de vários estados, estarão no HSL para discutir as novas tendências no tratamento de varizes. “As últimas novidades serão apresentadas por alguns dos mais renomados profissionais da área”, ressalta o cirurgião cardiovascular Antonio Carlos Reichelt, da Unidade de Flebologia do HSL. Entre os convidados internacionais estão os argentinos Antônio Pietravallo, Juan Nigro e Roberto Simkin, o italiano Michele Uggiola e o norte-americano Lowell Kabnick. Fundador do Vein Institute of New Jersey, este último realizará, no bloco cirúrgico, um procedimento a laser de última geração com transmissão ao vivo para o Anfiteatro Irmão José Otão, local onde ocorrerão as palestras. “Trata-se de uma intervenção com um laser de 1470 nanômetros em vez de 980, o que na prática significa mais agilidade no procedimento e nenhuma dor para o paciente”, explica o médico Julio Ferreira, da Unidade de Flebologia do São Lucas. “É uma intervenção ambulatorial sem necessidade de anestesia local”, complementa a médica Luciane Barreneche Narvaes, também da equipe de cirurgia cardiovascular do HSL. O evento é dirigido a médicos, acadêmicos e outros profissionais da saúde. As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.hospitalsaolucas.com.br/. Mais informações pelo telefone (51) 3320.3492. As vagas são limitadas.

* O Hospital São Lucas da PUCRS realiza, nos dias 26 e 27 de agosto, no Anfiteatro Irmão José Otão, a XIV Jornada de Pneumologia (Pneumopuc 2008). Voltado a profissionais da saúde e coordenado pelo Serviço de Pneumologia do HSL, o evento terá palestras sobre hipertensão pulmonar, asma, pneumonia, tabagismo, pneumonite de hipersensibilidade, câncer de pulmão, tromboembolismo pulmonar e tratamento de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). As inscrições antecipadas custam R$ 10,00 - no local, o valor é de R$ 15,00. Mais informações pelo telefone (51) 3320.3378 ou pelo e-mail pneumo_hsl@pucrs.br.

* Depois de licenciar suas duas primeiras patentes para uma grande indústria farmacêutica nacional, a PUCRS obteve a concessão da primeira patente nos EUA. Trata-se da invenção Concurrent process for blind deconvolution of digital signals (Processo para desconvolução autodidata concorrente), de autoria dos professores Maria Cristina de Castro e Fernando César de Castro, vinculados ao Centro de Pesquisa em Tecnologias Wireless da Faculdade de Engenharia da Universidade (CPTW). A patente, também concedida na Coréia, foi requerida no exterior, por meio do Escritório de Transferência de Tecnologia da Universidade (ETT), em março de 2002, e tem pedidos tramitando na China, Japão, Alemanha, Finlândia, França, Inglaterra e Suécia. A professora Maria Cristina explica que a nova tecnologia elimina o problema de interferência intersimbólica em sinais digitais, problema decorrente do efeito dispersivo (multipercurso) presente em qualquer canal de transmissão prático ("fantasma" na imagem analógica e, no caso da TV Digital, interrupção no sinal, por exemplo). A patente é aplicável em sistemas de telecomunicações digitais em geral, como telefonia celular, televisão digital, rádio digital entre outros, além de sistemas de telemetria, sensoriamento remoto, localização e medição geodésica (GPS, por exemplo), de auxílio à navegação, de prospecção sísmica por reflexão e refração de ondas e, ainda, sistemas de radar e sonar. "Trata-se de um processo de baixo custo computacional, considerado o estado da arte em equalização adaptativa autodidata, sendo capaz de desconvoluir os mais complexos canais de transmissão", salienta.
* Descobrir curiosidades sobre as mais de 40 mil espécies de aranhas existentes, como por exemplo, que algumas vivem em sociedade, outras são coloridas e canibais. As informações podem ser conferidas na exposição "Aranhas: Inimigas ou Aliadas?" que o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS (MCT) apresenta a partir da próxima segunda-feira, 25 de agosto, até 30 de novembro. A abertura oficial será às 17h, na área de exposição do Museu. Quem visitar o local poderá saber mais sobre estes atrópodes, pertencentes à ordem Araneae, da classe dos aracnídeos. Estarão expostas aranhas coloridas, canibais, que vivem em sociedade, e também imagens microscópicas em ampliações, aranhas vivas, além de palestras e apresentação de trabalhos de pesquisadores na área. O MCT está aberto de terças-feiras a domingos, das 9h às 17h. Informações pelo telefone (51) 3320-3521 ou no site www.pucrs.br/mct/eventos.

Professora Liramar lamenta vulgaridades


"Olá Vitor!

Primeiramente quero agradecer, pela brilhante reportagem sobre o nosso "EJA". É disso que necessitamos, de pessoas que podem ter nas mãos a capacidade de publicar para uma comunidade reportagens que abordem cultura, entretenimento, lazer e conhecimentos gerais.

Agora, quero escrever sobre o que coloquei acima como título deste e-mail..."um favor especial", tenho claro e venho propagando dentro da escola e na comunidade a parceria que estamos tendo a algum tempo com o jornal conselheiro X, e, em razão disso é que lhe peço este favor, do qual antes relatarei o fato.Uma colega procurou-me e disse que ao acessar a página deste jornal, no tópico que se refere a reportagem do DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA (deste colégio), observou um comentário postado por alguém que não quis se identificar. Mas o que mais a deixou preocupada, foram os termos "chulos" e a forma irônica como o anônimo abordou os fatos, que talvez por desconhecimento, ignorância ou que jamais teve a coragem de vir conversar com a direção, se dirigiu às páginas deste veículo de comunicação.

Bem, sabemos "que quem está na chuva, pode se molhar" (ditado popular) e temos a ciência que não podemos agradar a todos, mas temos claro que trabalhamos sempre pela melhoria da qualidade de aprendizagem do nosso aluno e não temos a pretensão de querer aqui discutir com essa pessoa que covardemente, usou o espaço deste valioso jornal para tentar torná-lo perante a comunidade docente, deste colégio, um instrumento de agressão.

Adotamos a prática de linkar em nosso blog, as páginas do Conselheiro X, que possuem reportagens sobre a escola e divulgá-las para nossa comunidade escolar, o que implica em divulgarmos também os comentários que fazem parte da página.

Portanto:Este comentário além de ser prejudicial à imagem da escola, ainda contém expressões que não condizem e não são apropriadas as nossas práticas educacionais.

Por isso gostaria que reavaliasse a permanência de sua publicação, a fim de que possamos manter os link’s em nosso blog, e seguir divulgando o nosso e o seu trabalho, que é de qualidade e não merece ser excluído de nossas páginas, pela falta de postura de terceiros que estão tentando denegrir e abalar este relacionamento.A fim de evitar novas tentativas, solicito a vc, que veja este comentário e que quem sabe, a partir desse fato possa primeiramente passar pela sua avaliação o conteúdo, a forma e os termos empregados em comentários futuros. Acredito, que se puderes atender minha solicitação, estaremos ambos aliviados de vivenciar formas de expressões que nada contribuem e não contribuirão para o crescimento de nossa EDUCAÇÃO...Aproveito, a oportunidade para lhe comunicar que brevemente lhe convidaremos para assistir o trabalho em forma de projeto no EJA, que alguns estagiários do Ipa, desenvolverão em nossa escola.

Também brevemente, nosso departamento de informática lhe enviará mais projetos que estão sendo preparados para serem colocados em prática com nossos alunos.

Despeço-me, desejando um grande abraço e sucesso...profª. Lira."


* Professora: procurei pelo comentário na matéria sobre a EJA, mas não o encontrei. Talvez esteja em alguma outra que fizemos sobre o colégio - vou verificar agora. Sinceramente, lamento que isso tenha acontecido, e, de fato, pode ser uma boa hora de reavaliar se vale a pena manter esse direito aos comentários, se são feitos com termos chulos e por pessoas destrutivas. Infelizmente, a Internet - por ser democrática - acaba sendo usada por tais elementos. Quanto à nossa parceria, gostaria que permanecesse inabalável. Estamos sempre à sua disposição. (Conselheiro X.)

quinta-feira, agosto 21, 2008

* A partir deste sábado, 23 de agosto, a Faculdade de Comunicação Social da PUCRS (Famecos) realiza a segunda edição do curso de extensão "Histórias em Quadrinhos - História, Análise, Crítica". A idéia é provocar uma reflexão sobre as características das histórias em quadrinhos em seu contexto histórico, com foco nos comics americanos de super-heróis. A atividade também pretende analisar criticamente seus personagens, traçar um panorama das principais publicações da atualidade e de autores e obras que fundamentaram o estilo moderno de fazer quadrinhos. Será uma abordagem teórica, e não prática, buscando compreender as histórias em quadrinhos ao invés de produzi-las. As aulas ocorrem até 29 de novembro, aos sábados, das 8h30min às 11h30min, no prédio 7 do Campus Central da Universidade (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre) e terá como ministrantes os especialistas em Imagem Publicitária e pesquisadores de quadrinhos Samir Machado de Machado e Guilheme "Smee" Sfredo Miorando. Outras informações pelo telefone (51) 3320-3680 ou no site www.pucrs.br/cursoseeventos. As inscrições podem ser feitas na Pró-Reitoria de Extensão, sala 201 do prédio 40, no Campus Central.

22 de agosto: os 100 anos de Cartier-Bresson











Amanhã, 22 de agosto, Henri Cartier-Bresson - talvez o mais importante fotógrafo de todos os tempos - completaria 100 anos de idade. O genial francês, que considerava sua Leica a extensão do seu olho e nunca fez uma foto colorida ou usou flash, faleceu em 2004 (2 de agosto), poucas semanas antes de completar 96 anos.

A triste paisagem da Praça Nações Unidas

A tradicional Praça Nações Unidas, na divisa entre o Jardim Botânico e Petrópolis (rua Felizardo), certamente não vive seus melhores momentos.
Suja, mal cuidada, e ponto de encontro e pernoite de andarilhos, drogados e moradores de rua, é evitada pelos próprios moradores das vizinhanças, que sequer deixam seus filhos brincarem ou transitarem por ali, mesmo durante o dia. E dizer que, nas imediações, residem vários políticos e autoridades da Prefeitura...

Cristiano já foi bancário. Hoje é taxista.

Empregado, ele tem uma jornada de 12 horas diárias de trabalho. Ele já foi bancário, vendedor, fez muita coisas - hoje é taxista e trabalha no ponto da rua Itaboraí com a Guilherme Alves, entre outros de Porto Alegre. Residente no bairro Nonoai, na Zona Sul, Cristiano Machado, 35 anos, inicia o seu batente às 6 horas da manhã e vai até as 18 horas, em uma jornada diária de 12 horas.
Casado, pai de duas filhas, ele optou por trabalhar somente de dia, "até porque eu acho que a noite foi feita para dormir, mas já trabalhei de noite".
Taxista há apenas seis anos, faz em média de 15 a 20 corridas todo dia e fatura, segundo ele, cerca de R$ 1200,00 todo mês, dinheiro que sustenta a família ("minha mulher está desempregada"). Cristiano não é dono do carro ( de prefixo 2733) e, como empregado, recebe 30% do faturamento. Atualmente atende pela Tele-Táxi Cidade, uma das quatro empresas do ramo que atuam no ponto da Itaboraí, considerado livre, e certamente o maior ponto de táxis de rua do bairro. O local não conta com telefone fixo.
Na tarde desta quinta-feira cinzenta e de tempo instável o taxista já havia feito 13 corridas. Ele não se queixa do movimento, "que está normal, mas já esteve melhor". Segundo Cristiano, os dias de chuva sempre são de melhor faturamento, "mas por outro lado o trânsito piora na cidade". O melhor período para quem trabalha com táxi vai de outubro a dezembro - o final de ano.
Talvez por trabalhar de dia, não sente tanto a violência e nunca foi assaltado. Mas conhecia o seu colega, Pedro, que, recentemente, foi assassinado a facadas na Zona Norte, crime que revoltou a categoria e ensejou protestos junto às autoridades. "De dia a gente não sente muito a violência", afirma.
Ele é sincero e diz que optou por ser taxista não exatamente por gostar da profissão, "e sim pela necessidade".
No dia de hoje, em 1989, morria Raul Seixas, aos 44 anos.
Hoje, quinta-feira, 21 de Agosto, é o 233º dia do ano no calendário gregoriano (234º em anos bissextos). Faltam 132 para acabar o ano.

Eventos históricos:

230 - Eleito o Papa Ponciano, 18º papa.
1770 - O Capitão James Cook, no fim da sua viagem de descoberta da Austrália, reclama o continente em nome do Império Britânico.
1792 - A guilhotina é utilizada pela primeira vez durante a Revolução Francesa, para executar um nobre após um rito sumário.
1808 - Batalha do Vimeiro, em Portugal, na qual o exército de Napoleão foi derrotado.
1810 - O marechal de Napoleão Bonaparte, Jean-Baptiste Bernadotte, é aceito em Estocolmo como rei da Suécia e é implantada no país a dinastia dos Bernardotte.
1831 - Nat Turner desencadeia uma rebelião contra a escravidão.
1879 - Um tratado de Paz e Amizade entre Bolívia e Espanha é assinado em Paris.
1898 - É fundado o Club de Regatas Vasco da Gama, na cidade do Rio de Janeiro.
1911 - Em Portugal é promulgada a constituição de 1911.
1911 - O quadro Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci, é roubado do Museu do Louvre, em Paris. A pintura seria recuperada dois anos depois.
1954 - Inauguração do Parque do Ibirapuera.
1959 - O Havaí é proclamado pelo então presidente dos Estados Unidos, Dwight Eisenhower, como o 50° Estado norte-americano.
1963 - A prisão de Alcatraz, situada na baía de São Francisco, nos Estados Unidos, é desativada. Seu preso mais famoso foi o mafioso italiano Al Capone.
1968 - O exército da União Soviética invade a Tchecoslováquia para conter uma manifestação contra a dominação russa no país. O movimento ficou conhecido como a Primavera de Praga.
1969 - Uma junta militar assume o poder no Brasil quando o presidente Costa e Silva sofre uma trombose cerebral.
1970 - O tufão Anita devasta o sul e oeste do Japão.
1991 - Tentativa de golpe na URSS: a junta é dissolvida e Mikhail Gorbachev recupera o poder. O parlamento da Letónia proclama sua independência da URSS.
1998 - Os Estados Unidos da América destróem uma indústria farmacêutica no Sudão, acreditando ser uma fábrica de armas químicas.
2001 - O Fundo Monetário Internacional (FMI) concede à Argentina uma ajuda adicional de US$ 8 milhões para tentar acabar com a recessão no país.

Nascimentos;
1567 - São Francisco de Sales, Doutor da Igreja (f. 1622)
1643 - Rei Afonso VI de Portugal (m. 1683)
1789 - Augustin Louis Cauchy. matemático francês (m. 1857)
1858 - Rudolfo de Habsburgo, príncipe herdeiro da Áustria-Hungria (m. 1889)
1891 - Emiliano Mercado del Toro, cidadão porto-riquenho, que era a pessoa mais velha do mundo. (m. 2007)
1904 - Count Basie, músico de jazz estadunidense (m. 1984)
1917 - Josué Montello, escritor brasileiro (m. 2006)
1921 - Milton Ribeiro, ator brasileiro (m. 1972).
1925 - Jorge Videla, ex-militar argentino.
1927 - Thomas S. Monson, décimo sexto presidente da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
1938 - Kenny Rogers, cantor norte-americano.
1939 - Festus Mogae, presidente de Botsuana.
1944 - Peter Weir, roteirista e diretor de cinema australiano.
1952 - Glenn Hughes, vocalista e baixista do grupo Deep Purple.
Joe Strummer, vocalista e guitarrista do grupo The Clash.
1967 - Serj Tankian, vocalista e tecladista do grupo System of a Down.
1970 - Carmo Dalla Vecchia, ator brasileiro.
1986 - Usain Bolt, atleta jamaicano.

Falecimentos:
1157 - O Rei Afonso VII de Castela (n. 1104/5)
1853 - Maria Quitéria, heroína da Independência do Brasil, também conhecida por "Joana D'Arc" do Brasil.
1925 - Irineu Marinho, jornalista brasileiro (n. 1876)
1940 - Leon Trotsky, revolucionário russo, assassinado por um golpe de picareta desferido por Ramon Mercader, (agente de Josef Stalin).
1986 - Alexandre O'Neill, poeta surrealista português
1989 - Raul Seixas, poeta e músico brasileiro (n. 1945)
(fonte: Wikkipedia)
* Em razão da grande procura, a Secretaria Municipal da Cultura (SMC) abre inscrições para a segunda turma da oficina de Poesia e Performance, com a escritora Telma Scherer. São dez encontros que ocorrem de 27 de agosto a 26 de setembro, quartas e sextas-feiras, das 10h às 12h, na sala 400 da Usina do Gasômetro (Avenida Presidente João Goulart, 551).
A oficina tem por objetivo a produção textual do gênero poesia e a criação de performance para os textos produzidos, tendo como foco a produção poética para ser recitada. A atividade culmina com uma performance coletiva dos participantes, com apresentação aberta ao público. Inscrições e outras informações podem ser obtidas na Coordenação do Livro e Literatura, pelo telefone 3289-8072. A oficina é aberta ao público interessado, com idade mínima de 16 anos.
* O Instituto-Geral de Perícias (IGP) prorrogou até o próximo dia 27 as inscrições para o concurso público da instituição, que abrirá 133 novas vagas para cargos de nível médio e superior em vários municípios do Estado. A prorrogação deu-se pelo edital de concursos nº 03/2008, retificando o edital de concursos nº 01/2008 e prorrogando o prazo para as inscrições, que podem ser feitas por meio do site http://www.fdrh.rs.gov.br/, de acordo com as instruções de preenchimento e pagamento. A taxa de inscrição para cargo de nível médio é R$ 45,64, e para os cargos de nível superior é R$ 104, 08, podendo ser efetuada até o dia 28 de agosto. Os cargos oferecidos são:- perito criminal;- perito criminal nas áreas de psicologia, engenharia mecânica, perito médico-legista;- perito médico-legista na área de psiquiatria;- perito químico forense nas áreas de biologia e química;- papiloscopista;- fotógrafo criminalístico. Os salários vão de R$ 912,41 (auxiliar de perícia), R$ 1.596, 03 (papiloscopista e fotógrafo criminalístico) e R$ 2.771,96 (peritos de nível superior). A seleção, organizada pela Fundação de Recursos Humanos (FDRH), terá provas objetivas, redação (para peritos), avaliação psicológica e curso de formação. As provas objetivas, acrescidas da prova de redação para os cargos de perito C. 01/08 a C.07/08 (descrição edital 01/2008, anexo 3), serão realizadas no dia 19/10/2008, no turno da manhã.Maiores informações podem ser obtidas por meio do Edital 01/2008 e Anexo 1 - Vagas por locais; Anexo 2 - Requisitos;Anexo 3 - Provas e questões; Anexo 4 - Programas e Bibliografias, do Edital nº 02/2008 e do Edital nº03/2008, disponibilizados no site http://www.igp.rs.gov.br/ .

Pais de Clara agradecem pelo aniversário


"Buenas, queria agradecer à vossa pessoa, pela nota da passagem do aniversario da Clara. Nossa familia ficou muito feliz e agradece de coração. Desculpe se no dia não pudemos dar mais atenção por causa da correria. Se precisar de alguma coisa é só prender o grito.
Um forte quebra costelas"
Vinicius e Simone Coelho, pais da Clara
Moradores do Condomínio Felizardo Furtado

* Não precisam nem agradecer, Vinicius e Simone. Muito obrigado pelas considerações. De igual forma, quando precisarem de alguma coisa, contem conosco. Abraços e beijos na Clara.
Aliás, quando alguém estiver festejando aniversário ou comemorando algo no Jardim Botânico, é só enviar um e-mail para o Conselheiro X., dois dias antes, convidando para a cobertura (gratuita), que faremos com prazer.

quarta-feira, agosto 20, 2008

*Estão abertas as inscrições para o curso básico de primeiros socorros do Hospital de Pronto Socorro (HPS). O encontro ocorrerá no dia 30 de agosto, das 8h as 13h, no auditório do HPS, no 3º andar. Dirigido à comunidade, o curso tem o objetivo de treinar o atendimento inicial e básico em situações como parada cardiorrespiratória, envenenamento, ingestão de corpo estranho, queimaduras, choque elétrico e necessidade de imobilização. Interessados podem se inscrever até o dia 27 e devem se encaminhar à direção científica do HPS (Largo Teodoro Herzl, s/nº), no 6º andar, das 9h às 11h30 e das 14h às 16h. São 50 vagas disponíveis, e o custo é de R$ 35.


* A PUCRS e a Universidade de Coimbra assinaram nesta quarta-feira, 20 de agosto, um convênio de cooperação acadêmica, científica e cultural para o intercâmbio entre estudantes e professores, realização de seminários, encontros acadêmicos e mais atividades em parceria. A solenidade de assinatura ocorreu às 17h30min, na Assessoria de Assuntos Internacionais e Interinstitucionais da Universidade (AAII). Participaram o assessor para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais da Universidade, Dario de Azevedo, a diretora da Faculdade de Comunicação Social (Famecos), Mágda Cunha, a professora da Universidade de Coimbra, Isabel Ferin, e as professoras da Famecos Ana Maria Walker Roig Steffen e Cláudia Moura.
* A Faculdade de Ciências Aeronáuticas da PUCRS (Faca) realiza nesta sexta-feira, 22 de agosto, sua aula inaugural com a presença do vice-presidente operacional da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, comandante Miguel Dau. A atividade tem entrada franca e ocorrerá às 10h no auditório do prédio 9, no Campus Central da Universidade (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre). Informações adicionais pelo telefone (51) 3320-3542.
* A Editora Universitária da PUCRS (Edipucrs) está lançando a obra "Alemães na Guerra dos Farrapos", de Hilda Agnes Hübner Flores. O livro aborda a história do Rio Grande do Sul, a Guerra dos Farrapos, e sua relação com os imigrantes alemães, enfatizando a divisão dos grupos mercenários e colonos, entre outros temas. A Edipucrs está com preços promocionais, com descontos de até 20%. A obra pode ser adquirida na Livraria da Edipucrs, localizada no prédio 41 da Universidade (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre). Outras informações no site www.pucrs.br/edipucrs ou pelo telefone (51) 3320-3906.
* Interessados em participar de cursos oferecidos pelo Instituto de Cultura Hispânica da PUCRS (ICH) ainda estão em tempo de se inscrever. São oferecidos cursos Regulares e Avançados de Língua Espanhola, Instrumental para Interpretação de Texto, Conversação e Introdução às Técnicas de Tradução e Escrita em Língua Espanhola. As inscrições devem ser feitas na Pró-Reitoria de Extensão, sala 201 do prédio 40, no Campus Central da Universidade (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre). Alunos, ex-alunos, professores e funcionários da Universidade, do Hospital São Lucas e funcionários do Tecnopuc têm desconto de 20%. Outras informações pelo telefone (51) 3320-3680 ou no pelo site www.pucrs.br/ich.
* No próximo dia 29 de agosto, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Tabaco, a PUCRS vai entregar certificados aos ambientes livres do cigarro ao Hospital São Lucas (HSL) e as unidades do Campus Central da Instituição. A certificação será entregue aos gestores às 9h na sala 202 do prédio 40, no Campus Central da PUCRS (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre).
* O professor e diretor da Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia da PUCRS (Face), Sérgio Luiz Lessa de Gusmão, será o coordenador do comitê científico de avaliação de trabalhos acadêmicos no "15º Encontro Latino-Americano de Administração (Enla)". O evento vai debater o desenvolvimento sustentável do planeta a partir da "Eco Administração" na América Latina, com foco na sustentabilidade, administração, ecologia e educação. O encontro acontecerá no Centro de Eventos do Hotel Plaza San Rafael, de 3 a 6 de setembro. Os temas dos trabalhos participantes abordam domínios científicos, como desafios da sustentabilidade e responsabilidade social para a promoção do desenvolvimento equilibrado. O "15º ENLA" é uma promoção do Conselho Regional de Administração do RS (CRA/RS) e da Organização Latino-americana de Administração (OLA), com apoio do Conselho Federal de Administração e dos CRAs do Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo. Outras informações pelo telefone (51) 3014-4700 ou pelo site http://www.enla.com.br/.

Pirajá, na Bento, agora é uma casa de tintas


Na época área dos cinemas de bairro - que foi dos anos trinta aos meados dos anos setenta - o cinema Pirajá, na avenida Bento Gonçalves, um pouco adiante da rua Luis de Camões (ao lado do atual Arquivo Histórico Municipal), foi um dos preferidos dos moradores do Jardim Botânico, assim como o cinema Miramar.
Ao contrário de tantas outras casas de exibição, o cine Pirajá mantém a sua fachada - ou seja, ao menos existe fisicamente. Lá, agora, funciona um comércio de venda de tintas e material de construção.

Cyber Café da Felizardo é um QG de internautas

Eneval: concorrência do Bourbon fez com que optasse pela Internet.
Ele começou como uma revistaria e hoje é frequentado por dezenas de pessoas que, todos os dias, acessam a Internet, pagam contas, bebem um café, provam um sorvete, compram cigarros, imprimem, encadernam ou plastificam seus trabalhos, fazem xerox, mandam fax, ou simplesmente sentam em uma das quatro mesas na calçada para beber um refrigerante ou uma cerveja.

Instalado fazem três anos no Centro Comercial Felizardo (rua Felizardo, 461), o Cyber Café é um centro de reunião de internautas do Jardim Botânico. Com 10 computadores, e um bom espaço interno, funciona de segunda a sábado, das 8h30min às 21 horas. Por lá passam adolescentes, adultos, idosos - todas as pessoas que hoje compoem o universo cibernético. Um público que não cessa de crescer, o que não desagrada nem um pouco o proprietário do Ciber, Eneval Pereira, 34 anos. "Quando abri o meu foco era a revistaria, mas esse foco, que eu esperava bom, não consegui atingir, e resolvi mudar", lembra ele.

Na verdade o Cyber nasceu como uma banca de jornais e revistas, uma loja de conveniências (o que é até hoje) que não teve como concorrer com a grande livraria e revistaria do Bourbon Shopping, na esquina da Guilherme Alves com a Ipiranga. "Não deu certo porque quando uma pessoa pensa em revista ela pensa na Cameron, no shopping, que é muito forte, está presente em todos os shoppings, e que, dizem, responde por 30% das vendas de revistas em Porto Alegre. Começou a não dar lucro, um amigo aqui do bairro me sugeriu o ramo de Internet, e resolvi mudar de ramo", informa Eneval.

O Cyber iniciou com seis máquinas - hoje são dez, e ele, em breve, irá ampliar o número, criando um espaço separado, destinado unicamente a jogos. "Quando iniciei não tive resposta imediata, levou uns bons meses para formar a clientela", diz. O empresário, porém, não tem muito do que reclamar - a casa (climatizada e com tevê) geralmente está cheia, "até porque procurei agregar o máximo de coisas possíveis aqui dentro". Hoje ele, entre outras coisas, recebe pagamento de contas, faz cópias coloridas, serve lanches e também mantém um técnico para manutenção de computadores - não somente os seus como de qualquer pessoa interessada.

São apenas três pessoas trabalhando - Eneval, uma funcionária e o técnico. "Tem um bom campo para crescer", reconhece ele, observando uma crescente aumento no número de clientes. "A Internet é hoje uma necessidade, você não consegue se mexer sem ela".

Segundo ele, o segmento que mais está crescendo na rede mundial de computadores, pelo menos no brasil é o de relacionamentos - "com o Orkut você conhece muita gente, de todas as partes, não tem como ficar sozinho".

Embora a maioria dos internautas sejam os jovens, a Internet já atrai pessoas da terceira idade, de ambos os sexos. "O meu público é mesclado, a maioria aqui das redondezas. Tem o ocasional e aquele que vem todos os dias. Muitos querem fazem trabalhos, outros só querem abrir e enviar emails", afirma.

Ter um Cyber Café, porém, é algo trabalhoso. Eneval trabalha de segunda a sábado, e só folga no domingo para não ficar mais estressado. "Se eu quisesse abrir no domingo, seria o melhor dia. É um dia geralmente vazio para as pessoas, e é o melhor dia para muitas lan-houses.", diz o empresário.


Serviço

Cyber Café - rua Felizardo, 461, Jardim Botânico.


Horário: 8h30min às 21 horas, de segunda a sábado.

Preços: 1 hora - R$ 3,00. Meia hora: R$ 2,00.

Talidomida, o calmante que horrorizou o mundo


As pessoas mais velhas e bem informadas ainda lembram bem deste nome: Talidomida. Prescrito como calmante e sonífero no final dos anos cinquenta e início dos sessenta, o medicamento (na verdade Talidomida é o seu nome químico e não o de vendas) transformou-se em um sinistro sinônimo da ganância monstruosa da indústria farmacêutica.
Lançada sem a devida comprovação de seus efeitos colaterais, testada apenas em ratos, produzida em dezenas de países com nomes comerciais diferentes (Contergan, Distaval, Kevadon, Softnon, Talimol etc), a substância foi sintetizada pelo laboratório Chemie Grünenthal, de Nordrhein-Westfalen, na então Alemanha Ocidental e, dentro em breve, logo após o seu lançamento comercial, em 1956, (como anti-gripal e com o nome de Grippex), transformou-se em uma mina de ouro para a indústria, a qual investiu pesadamente na sua divulgação. Na verdade, a partir de tal substância, fabricava-se inúmeras marcas comerciais que, somente em um ano, na Alemanha, venderam a assombrosa quantidade de 14 toneladas. Mais de 20 outros laboratórios, em diferentes países de todo o mundo, foram licenciados para a sua produção.
No Brasil, a Talidomida chegou em março de 1958, nas marcas Ectiluram, Ondosil, Sedalis, Sedim, Verdil e Slip, todas vendidas sem a exigência da receita médica. Era, então, considerado o melhor soporífero jamais inventado, passando também a ser utilizado contra a gripe, a nevralgia, a asma, a tosse e, sobretudo, como antiemético para as mulheres grávidas. Foi justamente aí que ele fez história - uma tétrica história: receitado para muitas grávidas em início de gestação, ingerido em pílulas brancas, era um sedativo barato que provocava um sono rápido, profundo e natural, sem a característica "ressaca" da manhã seguinte. De igual forma, podia ser ingerido em doses maciças que não causaria a morte do paciente, nem mesmo se este quisesse praticar o suicídio.
BRAÇOS DE FOCA - Ideal, e, como logo se viu, fatal, ou pior que isso, para os fetos em início de formação. Usado nos primeiros 40 dias da gestação, atuava como teratogênico - ou seja, produzia monstros, se é que, infelizmente, assim se pode falar de suas vítimas, calculadas em cerca de 10 mil em todo o mundo. As crianças nasciam muitas vezes sem dois, três ou até quatro membros, dentre tantos outros efeitos observados. A má-formação dos membros tinha um nome científico: focomelia (do grego "phoke" - foca- e "melos" - membros), ou "membros de foca". Os braços dos recém-nascidos surgiam como tocos abaixo dos ombros, semelhantes às nadadeiras das focas. Também se observou deformação dos olhos, do esôfago e do tubo digestivo. De cada duas crianças nascidas assim, apenas uma sobrevivia.
Sem entender o porquê daquilo, com problemas de consciência, algumas mães enlouqueceram e outras chegaram a praticar o suicídio. Em 1961, os casos de "focomelia" já eram tantos que se falava em uma "epidemia". De início foi extremamente difícil descobrir-se a origem de tal fenômeno, o elo comum. Pensou-se nos alimentos, na água, até em poeira atômica. Porém, graças a duas pessoas precisou-se exatamente a Talidomida como o fator causador. Uma delas, o advogado Karl Schulte-Hillen, de 32 anos, não havia aceito a explicação "genética" como a causadora da focomelia do seu filho recém-nascido. Homem saudável e esclarecido, ele descobriu que, coincidentemente, um casal de amigos seus tivera um filho em condições idênticas. Intrigado e inconformado, Karl passou a fazer investigações por conta própria, conversando com as mães que haviam dado a luz a tais "monstros". Ao tentar chamar a atenção da comunidade médica para o que estava se passando, encontrou uma revoltante indiferença e ignorância.
Foi então que surgiu em seu caminho o médico Widukind Lenz, um pediatra especializado em genética que aliou-se a Karl, encampando a causa. Lenz, por fim, achou o nexo causal. No dia 16 de novembro de 1961, Lenz comunicou oficialmente à indústria fabricante dos efeitos nocivos dos medicamentes a base de Talidomida - Contergan, no caso da Alemanha Ocidental. Ele, pessoalmente, já conhecia 13 casos. A Chemie Grünenthal, porém, não retirou o remédio do mercado - o que de fato só ocorreu quando a história virou manchete de jornal. O Contergan era o carro-chefe das suas vendas, uma verdadeira "galinha dos ovos de ouro", rendendo milhões e milhões de marcos. Sooou então o alarma em todo o mundo. Nesse tempo, às suas próprias custas, Schulte-Hillen contratou oito fisioterapeutas que, juntamente com ele, passaram a percorrer a Alemanha Ocidental, à procura de vítimas da Talidomida.
Entre agosto de 1964 e dezembro de 1965, visitaram 1.600 das 3.000 vítimas vivas da substância. Com seu endereço publicado nos jornais, choveram cartas, narrando novos casos.A maioria das vítimas da Talidomida estava na Alemanha e na Inglaterra. Nos Estados Unidos, graças a uma mulher, o medicamento (lá chamado de Kevadon), não chegou a causar tantos danos e sofrimentos (não mais do que 20 vítimas). A ser fabricado pela Merrel Co., uma empresa de Cincinati, Ohio (e que ainda hoje é uma das grandes do mercado farmacêutico), não chegou a ser liberado pela Secretaria de Alimentos e Remédios (FDA, sigla em inglês). Apesar das terríveis pressões da indústria, a médica responsável pela aprovação, Dra. Frances Oldham Kelsey, recusou-se a dar o parecer favorável, alegando que as provas de garantias de não havier efeitos colaterais deletérios eram insuficientes.
Em agosto de 1961, quando o escândalo veio a público, ela recebeu do presidente John Kennedy a medalha por Destacados Serviços Civis, por reter a aprovação da Talidomida - medalha esta que é uma das mais altas condecorações daquele país.
NO BRASIL - A Talidomida chegou ao Brasil em março de 1958, com os nomes de Ectiluram, Ondosil, Sedalis, Sedim, Verdil, Slip. Em março de 1962, o Serviço Nacional de Fiscalização de Medicina e Farmácia proibiu o uso da Talidomida em todo o país, mandou apreender os estoques e cassar as licenças de fabricação. A medida, no entanto, não surtiu lá grandes efeitos pois o medicamento continuou ainda a ser usado durante anos devido à falta de informação da população, do descontrole na distribuição e, sobretudo, graças à omissão do governo e ao poder econômico dos laboratórios. Em 27 de novembro de 1973 foi criada, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, a Associação Brasileira dos Pais e Amigos das Crianças Vítimas da Talidomida, entidade declarada de utilidade pública. Nos últimos anos o interesse pela Talidomida trouxe novamente o debate à tona. Conforme alguns testes - ainda não plenamente comprovados - ela teria eficácia na luta contra a lepra e contra a tuberculose. (Pesquisa: Conselheiro X.)

O velho cine Miramar ainda está de pé


Nos velhos tempos - anos 50, 60 e 70 - quando não se sonhava com shoppings centers (e muito menos com as 8 salas do Cinemark do Bourbon), o Cine Miramar era uma das opções de lazer dos moradores do Jardim Botânico.

Muita gente que está hoje na casa dos cinquenta ou sessenta anos, lembra bem dele - das películas em "tecnicolor", dos seriados que passavam antes do filme, do Canal 100... Cinema popular, um dia - como aconteceu com outros milhares no Brasil todo - fechou as portas e ficou na saudade.

Felizmente, o velho prédio (na avenida Coronel Aparício Borges, 2730, no Partenon, quase defronte à igreja de São Jorge) ainda não foi demolido - lá funciona hoje uma agência do banco HSBC e uma filial das Lojas Colombo.

terça-feira, agosto 19, 2008

Fundador da AMAJB diz que "falta mobilização"

Morador do Jardim Botânico desde 1964, pequeno empresário, fundador e ex-presidente da Associação dos Moradores e Amigos do Jardim Botânico, Amajb, Juvenal Ferreira (foto) aponta como prioridades atuais do bairro o reforço na área de segurança e a qualificação de pessoas "para inclusão social, através de cursos profissionalizantes".
Juvenal - que atualmente se encontra em campanha política, apoiando candidatos a prefeito e vereador - acha que falta mobilização e "alguém que tome a frente" das ações comunitárias. Segundo ele, no tempo em que a AMAJB foi atuante a comunidade conseguiu trazer para o bairro o posto de policiamento da Brigada Militar (rua Felizardo Furtado), a agência franqueada dos Correios e Telégrafos (barão do Amazonas), entre outras conquistas. "Hoje está faltando mobilização", afirma, em uma crítica aberta à atual direção da entidade.
O ex-presidente - que hoje não reside no Jardim Botânico, e tem aqui apoiadores e antipatizantes - diz que voltará a morar no bairro brevemente e que reassumirá a associação, "ou então fundarei uma nova". Isso, no entanto, acontecerá somente depois da campanha eleitoral, diz: "Não quero misturar as coisas".
"Sem uma associação de moradores forte, não se consegue nada. O Jardim Botânico sempre foi um bairro de transição entre Petrópolis e o Partenon, mas isso mudou, e hoje não é mais, está se modificando totalmente", afirma.
* Encerra nesta quarta-feira, dia 20 de agosto de 2008, o período de inscrições para o Concurso Público do Instituto-Geral de Perícias (IGP). Para se inscrever o candidato deve acessar o site www.fdrh.rs.gov.br, no qual se encontram as fichas de inscrição e as instruções de preenchimento e pagamento. A taxa de inscrição para cargo de nível médio é R$45,64, para os cargos de nível superior é R$104, 08, podendo ser paga até o dia 21.
Os cargos oferecidos são: perito criminal, perito criminal nas áreas de psicologia, engenharia mecânica, perito médico-legista, perito médico-legista na área de psiquiatria, perito químico forense nas áreas de biologia e química, papiloscopista e fotógrafo criminalístico. Os salários vão de R$ 912,41 (auxiliar de perícia) a R$2.771,96 (peritos de nível superior), papiloscopista e fotógrafo criminalístico-R$ 1.596,03. A seleção organizada pela Fundação de Recursos Humanos (FDRH) terá provas objetivas, redação (para peritos), avaliação psicológica e curso de formação.
O Edital de Concursos nº 02/2008 do Instituto-Geral de Perícias que dispõe sobre a prorrogação das inscrições ao Concurso Público do IGP, também define o dia 19 de outubro de 2008 como a data das provas da Fase 1 (objetivas e de redação). O Edital 01/2008 e os anexos 1, 2,3 e 4 e o Edital Nº02/2008 do IGP para informações se encontram nos sites www.igp.rs.gov.br e www.fdrh.rs.gov.br. Para obter as fichas de inscrição e instruções de pagamento o site é o da Fundação de Desenvolvimento de Recursos Humanos FDRH-www.fdrh.rs.gov.br.
* O Programa de Pós-Graduação em História da PUCRS, em conjunto com a Pró-Reitoria de Extensão (Proex), Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) e Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH), promove o simpósio "A Globalização do Pensamento Libertário: imagens e representações de Garibaldi em movimentos internacionais". As atividades realizadas na Universidade representam a última etapa de um grande evento internacional, cujo primeiro momento desenvolveu-se na Universidade de Urbino, na Itália, em novembro do ano passado, e o segundo desenvolveu-se na University of South Caroline, em Colúmbia, nos Estados Unidos, no mês de abril deste ano. O objetivo principal do evento é registrar a passagem do bicentenário de nascimento de Garibaldi, como personagem destacado na história latino-americana e européia, ao integrar ações internacionais que analisarão diferentes contextos em que atuou. O público-alvo abrange professores universitários, estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores em História, Antropologia, Ciências Sociais, Letras e Comunicação Social e outros profissionais, como museólogos e arquivistas, e a comunidade em geral. O Simpósio ocorre de 10 a 12 de setembro de 2008, no auditório do prédio 9, no Campus Central da Instituição (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre). Inscrições e informações adicionais sobre a programação, organização e mapas de localização podem ser obtidas no site www.pucrs.br/eventos/garibaldi.
* Foi divulgado recentemente o ranking da Webometrics, considerado um dos mais confiáveis índices de avaliação de universidades do mundo. Tendo por base dados de mais de 16 mil instituições (pesquisas, publicações internacionais qualificadas dos docentes e pesquisadores), a PUCRS ocupou a posição número 969. No Brasil, a Universidade ficou em 14º lugar, sendo segunda comunitária e particular do País e a primeira da Região Sul. Em relação à América Latina, está entre as 30 melhores. O ranking completo pode ser visto no site http://www.webometrics.info/. A Instituição também se destacou num estudo encomendado pela empresa alemã Bosch. Nele foram identificadas as principais universidades latino-americanas na área de Engenharia de Sistemas e Software. A PUCRS ficou em 2º lugar, tendo a primeira colocação entre as universidades privadas do Brasil e da América Latina. Dentre os indicadores observados estavam as publicações, qualidade e quantidade de projetos (principalmente envolvendo empresas), parcerias, entre outros.
* A Faculdade de Direito da PUCRS (Fadir), através do Departamento de Direito Público, realiza a 10º edição do "Grupo de Estudos em Direito Internacional Econômico. "Os professores Ricardo Koboldt de Araújo e Guilherme Pederneiras Jaeger serão os coordenadores da atividade, que tem como objetivo implantar no meio acadêmico a análise e discussão de assuntos vinculados ao direito internacional público e privado, relacionados à economia mundial. Os encontros estão divididos em três módulos: O Direito do Comércio Internacional, Os contratos internacionais e Os investimentos internacionais. O evento é destinado aos alunos e professores da PUCRS e demais interessados, com início no dia 23 de agosto e término em 29 de novembro, sempre aos sábados, das 9h às 12h. Outras informações e inscrições na Pró-Reitoria de Extensão (Proex), sala 201 do prédio 40, no Campus Central da PUCRS (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre), pelo telefone (51) 3320-3680 ou através do site www.pucrs.br/cursoseeventos.
* O Programa de Pós-Graduação em Filosofia da PUCRS está realizando mais uma edição dos "Projetos de Filosofia - Pensadores". A próxima palestra será realizada no dia 22 de agosto, às 14h30min, e terá como tema "Cenários da liberdade de imprensa e opinião pública em Hegel". A atividade tem a coordenação do professor Agemir Bavaresco e acontecerá no auditório do 9º andar do prédio 50, no Campus Central da Universidade (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre). O encontro busca apresentar ao público as pesquisas desenvolvidas pelo Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Instituição, enfatizando a sua relevância para o enfrentamento dos desafios da contemporaneidade. A entrada é franca e a inscrição pode ser feita, mediante uma doação de brinquedo novo por palestra, através do e-mail filosofia-pg@pucrs.br. Outras informações através do telefone (51) 3320-3554.
* A Editora Universitária da PUCRS (Edipucrs) está lançando a obra "CiberCultura e Pós-Modernismo", do professor Francisco Rüdiger. O livro trata da importância que o humanismo tem na história universal e a relação com a cibercultura. A Edipucrs oferece preços promocionais, com descontos de 20%. A Livraria fica no prédio 41, no Campus Central da Universidade (avenida Ipiranga, 6681 - Porto Alegre). Informações adicionais no site www.pucrs.br/edipucrs ou pelo telefone (51) 3320-3906.
Estão abertas as inscrições para a Mostra Competitiva do "21° Set Universitário", promovido pela Faculdade de Comunicação Social da PUCRS (Famecos). O evento tem como objetivo estimular a troca de experiências entre alunos, professores e profissionais das áreas de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Produção Audiovisual, Cinema e Vídeo. A Mostra, que existe desde 1998, premia os estudantes autores dos melhores trabalhos desenvolvidos em atividades acadêmicas e os professores orientadores.
* Os interessados dos cursos superiores de Comunicação Social e Cinema/Audiovisual podem se inscrever até o dia 10 de setembro. Os trabalhos devem ter sido realizados em atividades curriculares nos semestres de 2007/2 e 2008/1. As categorias da mostra são: Jornalismo, com 24 subcategorias, Relações Públicas, com 12 subcategorias, Cinema/Audiovisual, com 5 subcategorias, e Publicidade e Propaganda, com 9 subcategorias. O regulamento a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.pucrs.br/famecos/set. Outras informações pelo telefone (51) 3320-3500, no ramal 4116.

Paulo Francis: quem não se lembra dele?


Quem não lembra dele, com aquele óculos fundo de garrafa, a fala afetada, dizendo poucas e boas, não raro mentindo e não raro acertando na mosca?

Um dos jornalistas mais cultos e mais lidos do Brasil (escrevia inicialmente na Folha de São Paulo, passando depois para o Estado, que distribuía sua coluna para dezenas de outros jornais brasileiros), considerado arrogante e direitista por muitas, lúcido por outros, Paulo Francis tinha um humor ranzinza - e talvez seja este humor que esteja fazendo falta hoje, onze anos depois da sua morte, em 4 de fevereiro de 1997, em Nova Iorque, aos 66 anos.

Francis - nascido Franz Paulo Trannin Heilborn, em uma família de classe média alta do Rio de Janeiro - nunca fez curso superior, foi trotskista na juventude, dos 14 aos 27 anos leu em média seis horas por dia, participou dos áureos tempos do Pasquim, foi preso pela ditadura militar, ofendeu todo mundo (inclusive Roberto Marinho, que comparou a um emissário cloacal, o "robertoduto". Depois foi trabalhar para as Organizações Globo: Marinho não guardou mágoas do episódio) e, por essas e outras, morreu de infarto em seu apartamento na cidade que ele considerava a Capital do Mundo.

Também parecia não gostar de negros e nordestinos - certa vez chamou o Nordeste "desta região desgraçada do País." Quanto aos seus comentários culturais, era igualmente ácido e pretensioso - simplesmente desprezava o moderno cinema nacional e considerava quase todos os intelectuais como subservientes ao poder. Na esfera política, tornou-se célebre a denominação que deu ao senador Eduardo Suplicy (e sua fleuma) - "Mogadon", o nome de um remédio.

Paulo Francis vivia então (1997) um dos mais complicados períodos da sua vida: estava sendo processado pelo presidente da Petrobrás (do governo FHC), Joel Rennó, e mais outros seis diretores da estatal. Eles pediam nada menos do que 100 milhões de dólares por ressarcimento moral, uma vez que o jornalista havia dito, durante sua participação no programa Manhattan Connection, da Globosat, que`"os diretores da Petrobrás põem dinheiro na Suiça", "roubam em subfaturamento e superfaturamento", "é a maior quadrilha que já existiu no Brasil". Pior: disse isso tudo sem nenhuma prova consistente e certamente iria perder o processo e ter que pagar uma bolada grossa para os acusados. Aliás, já estava gastando os tubos com advogados - ele, o jornalista mais bem pago do Brasil, ainda assim não tinha como fazer frente às despesas com honorários (ele próprio calculou que o processo se arrastaria por uns cinco anos e lhe custaria, só com os advogados, no mínimo 200 mil dólares). Segundo Francis, o objetivo da ação era arruiná-lo financeiramente. Transtornado, passou a ingerir calmantes em doses maciças e a sentir dores nos ombros, o que julgou um sintoma da sua bursite e não de problemas cardíacos, os quais até seu médico desconhecia.

É de se imaginar que, se estivesse vivo hoje, o que ele não diria do governo Lula.

Uma palhinha de Paulo Francis:
"A morte deve ser como a anestesia geral"
"Bebi muitos anos. Para ficar bêbado. Não vejo outra razão. O bebedor social é coisa de pequeno-burguês" (depois parou completamente de beber)
"Fidel Castro é essencialmente um conservador feudal, um feitor de fazenda, a quem a idéia de inovações, de modernidade, horroriza"
"A melhor propaganda anticomunista é deixar os comunistas falarem"
"Acho que a tendência do intelectual é ser de direita. Ele é, por definição, um elitista"
"É preciso meter as mãos na cabeça raspada do Vicentinho língua-presa. Eu lhe daria uma chicotada para ver se reage docilmente como escravo."
"Dizem que ofendo as pessoas. É um erro. Trato as pessoas como adultas. Critico-as. Crítica não é raiva. E crítica, às vezes, é estúpida."
"Nenhum filme brasileiro dá certo porque todos os cineastas tentam demagogicamente se colocar na posição de humildes. É falso, visceralmente. Sempre que vejo algum favelado em filme brasileiro tenho vontade de sair gritando: é um santo! É um santo!"
"O negro africano não tinha língua escrita, como notaram os exploradores da África do século XIX; logo não pode, pela ordem natural das coisas, possuir uma cultura como a entendemos."
"Quero que fique registrado que eu favoreceria o fechamento do Congresso ou qualquer outra dessas instituições reacionárias que impedem o progresso do País."