segunda-feira, setembro 24, 2012

O inesquecível Alécio Caselani, um dos mais conhecidos comerciantes do Jardim Botânico

14 de setembro de 2008. REPUBLICAÇÃO

Que mandar!”. “Apatola!”.




Nesta foto, do arquivo do Conselheiro X, aparece seu Alécio Caselani, uma das figuras mais conhecidas do bairro Jardim Botânico. Seu Alécio, descendente de italianos, faleceu em um sábado, no dia 13 de setembro de 2008, no Hospital São Lucas da PUC, onde estava internado. Havia alguns anos ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral, sofrendo uma difícil recuperação que, afinal, não se concretizou. Ele tinha pouco mais de 80 anos e sempre trabalhou no ramo de armazém e bar. Deixa dois filhos, sendo um a odontóloga Denise, que trabalha também no Botânico.
Quais os frequentadores do bar do seu Alécio que não lembram do seu jeito cordial e calmo de atender a todos? Uma das figuras mais queridas do JB, aonde chegou no final dos anos sessenta, seu Alécio Caselani teve um armazém de secos e molhados na Felizardo e, depois, o seu tradicional bar, inicialmente na esquina com a Barão (onde hoje está a farmácia de dona Léa). Mais recentemente transferiu-se para a metade da quadra, alguns metros adiante (hoje funciona um salão de cabeleireiras no local), e ali trabalhou durante vários anos até enfrentar problemas de saúde e encerrar seu negócio. Natural de Carlos Barbosa, casado com dona Idalina, certamente deixará saudades.

Nenhum comentário: