Translate

segunda-feira, maio 05, 2014

Vereador de Passo Fundo pede a expulsão dos ciganos, "uma mistura de caboclo e de índios".

Povo misterioso, escuro e nômade, os ciganos sempre foram alvo de suspeições por onde passaram - algo que era muito mais forte em um passado ainda recente. Provavelmente originários da antiga Índia, eles chegaram à Europa no século XV, contando inúmeras histórias sobre o seu passado, o qual, diziam, tinha iniciado no Egito. Com um modo de vida peculiar e livre, músicas e danças fascinantes, orgulho e altaneria de suas mulheres, habilidades metalúrgicas e um suposto dom para interpretação do futuro, os ciganos já foram acusados de muitas coisas (e por vezes davam motivos) e perseguidos até por Hitler, que enviou milhares deles para as câmaras de extermínio dos campos de concentração da Polônia. Raça forte, resistiram a tudo e a todos, considerando sempre o planeta Terra como sua grande pátria - sem fronteiras nacionais delimitadas. No Brasil, mais especialmente no interior do Rio Grande do Sul, um vereador de Passo Fundo pediu, em abril de 1980, a expulsão dos integrantes de tal etnia que estavam naquele município. Não escondendo um forte tom preconceituoso e racista, o ilustre edil definia-os como "uma mistura de caboclo e de índios" e pedia para que a polícia os investigasse.  Reprodução do Correio do Povo, coleção do Arquivo Histórico de Porto Alegre.

Nenhum comentário: