Translate

terça-feira, maio 26, 2015

Getúlio e Ademar de Barros unidos "para reimplantar a jogatina no Brasil"

As eleições de 3 de outubro de 1950 foram das mais acirradas da história do Brasil. Getúlio Vargas, então senador, e que vivia quase recluso em sua fazenda do Itu, no município de Itaqui, despontava como o grande favorito em um pleito no qual fizera aliança com o governador de São Paulo, Ademar de Barros. Os ataques a Vargas se sucediam com uma incrível violência, sobretudo por parte de setores que foram por ele prejudicados ou alijados durante o período da Revolução de 30 e do Estado Novo. Como na Era Getúlio os jogos de azar eram liberados em todo o Brasil - sendo proibidos depois, quando o general Eurico Gaspar Dutra o sucedeu, já pelo voto direto - os inimigos do "velho" mandaram publicar nos principais jornais brasileiros anúncios como este, em que Vargas e Ademar de Barros se unem "para reimplantar a jogatina". A reprodução é do Correio do Povo, de setembro de 1950, coleção do Arquivo Histórico de Porto Alegre.

Nenhum comentário: