sábado, abril 07, 2018

Galos "maconheiros" não perdiam uma luta nas rinhas

Dar canabis sativa a galos de rinha pode ser um tremendo doping para os bichos - isso no tempo em que as rinhas eram mais ou menos legais e não davam cana, como hoje. Pois foi o que fez, em 1975, um gaúcho muito experto, ou que pelo menos assim se julgava. Mas os outros concorrentes desconfiaram da euforia dos seus galos e a trama foi descoberta: o "galista" chapava seus bípedes para que vencessem todas as lutas. Reprodução do Correio do Povo, Arquivo Histórico de Porto Alegre

Nenhum comentário: