Translate

quarta-feira, junho 04, 2014

A ruivice está na moda dos publicitários

São os modismos do meio publicitário, uma coisa que não se explica direito e nem se sabe de onde se origina afinal - é algo talvez ditado pela etérea e eterna vaidade ou por quem é o bambambã do ramo e tem seus seguidores - ou mesmo pela necessidade de colocar coisa nova na telinha. Pois agora, todos podem notar, a qualquer momento, em qualquer publicidade de televisão, a moda predominante são as ruivas e os ruivos, tipos aliás pouco encontradiços no País do faz de conta. Pouco importa: é exótico para o Brasil tropical. Tem, por exemplo, aquele rapaz da operadora de telefonia, tem ruiva fazendo propaganda de chinelo com o Romário, anunciando sandália, sardinha, cerveja, maionese etc. Desse jeito até parece que temos um grande contingente de descendentes de irlandeses e galeses em nossa terra, aquele tipo que nunca bronzeia e nunca pode ir à praia para não se expor ao sol. Qualquer hora vão contratar aquele princepezinho inglês, o tal Harry, para estrelas propagandas de cachaça 51. 
A propósito, lembram daquele menino ruivo e sardento que nunca crescia e que o Sílvio Santos adorava, lá nos anos setenta, o Ferrugem? Por onde será que anda?  (V.M.)

Nenhum comentário: