quarta-feira, junho 04, 2014

Quem tem os direitos de imagem da estátua do Laçador?

Acabo de ler que a Arquidiocese do Rio de Janeiro anuncia publicamente que irá tomar as "medidas legais cabíveis" contra uma empresa portuguesa que usou a imagem do Cristo redentor, o monumento, em uma peça publicitária: o monumento de braços aberto é retratado com a camisa de tal empresa lusitana do ramo de apostas. O Cristo que é o símbolo do Rio de Janeiro e um dos símbolos do próprio Brasil.
Achei deveras interessante o conteúdo da notícia, o qual mostra cabalmente em que mundo vivemos: um mundo onde tudo é licenciado e apropriado - não somente a palavra "pagode" engolida pela Fifa - como até o monumento do Cristo Redentor que, salvo engano, foi declarado um dos patrimônios visuais da Humanidade ou coisa assim, em escolha oficial ou quase isso. 
Ingenuamente, até agora eu pensava que aquilo lá era patrimônio da humanidade, símbolo do Rio ("estranho o teu Cristo, Rio/sempre de braços abertos/ mas sem proteger ninguém"), uma coisa semelhante às cataratas do Iguaçu, aos pinheiros do Paraná e à estátua do Laçador, aqui em Porto Alegre. Pois me enganei, a Arquidiocese da igreja católica não perdeu a oportunidade e registrou - e parece que faz tempo - os direitos de imagem do Cristo como seu. Ou seja, tem que pedir autorização a ela para qualquer uso, inclusive pagando por isso.
Que estranho, não? Depois de saber de tal fato fiquei curioso em procurar saber se alguém, aqui no valeroso Estado gaúcho, é detentor dos direitos de imagem do Laçador, lá perto do aeroporto. Ou do por-do-sol do Guaíba. Sim, porque do jeito que as coisas vão logo vamos ter que pagar direito de imagem para a igreja católica caso usemos a foto de uma igreja qualquer em algum site ou blog. (Vitor Minas)

Nenhum comentário: