Translate

quinta-feira, julho 23, 2015

O terrível problema das enchentes na velha Porto Alegre deixava milhares de flagelados


Enchentes como a que agora está acontecendo, já em fase final, em Porto Alegre e municípios vizinhos, eram o grande pesadelo da população da Capital na primeira metade do século passado. Praticamente cercada de águas, a "Cidade Sorriso" sofria os efeitos terríveis do aumento do nível do Guaíba, tanto que era um dos mais agudos problemas urbanos do Brasil naquela época. A enchente de 1941 foi, disparada, a maior de todas, com mais de dois metros de água cobrindo o centro da cidade, onde trafegavam até mesmo barcos grandes. Porém bem antes disso - aliás, quase todos os anos - a cidade vivia tal flagelo, com dezenas de milhares de desalojados. A enchente de 1936 foi uma das piores, deixando nada menos do que 50 mil flagelados na Capital que contaria então com pouco mais de 250 mil habitantes, além de minas submersas na região carbonífera, com quatro mineiros mortos, conforme vemos nestas reproduções do Correio do Povo.O autor deste blog tem uma publicação chamada "Águas de Maio, a Grande Enchente de 1941", em que relata o que foram os dias de maio de 1941 em Porto Alegre e em todo o Rio Grande do Sul.

Nenhum comentário: