Translate

sábado, novembro 27, 2010

Ah, minha invocação é com esses sujeitos de rádio e televisão que dizem "bastante" pra tudo.
Ninguém mais quer dizer "muito" - agora é "bastante". Bastante bom, bastante ruim, bastante chuvoso, bastante engarrafado.
Isso começou de uns dois, três anos para cá, e se espalhou como uma praga.
Bastante, pelo que eu sei, é o que basta, o suficiente. Então "bastante ruim" é suficientemente ruim. Que tal?
E o "veja bem"? Esse consegue ser ainda pior. Lembro do Joel Santana, o técnico da prancheta, que começava toda entrevista com um "veja bem".

Nenhum comentário: