Translate

domingo, janeiro 17, 2010

Garantidos recursos para o projeto do Bonde Histórico
O projeto executivo de implantação do Bonde Histórico de Porto Alegre receberá R$ 400 mil do Ministério do Turismo para estudo de viabilidade. O anúncio foi feito hoje, 15, durante audiência entre o prefeito José Fogaça, o secretário municipal do Turismo, Luiz Fernando Moraes, o deputado estadual Fabiano Pereira e representantes da Trensurb. (fotos)Os recursos foram liberados pelo Ministério do Turismo no final de dezembro, dentro da antecipação de verbas resultantes da carta-consulta que a Secretaria Municipal de Turismo apresentou ao Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional), que visa a destinação de recursos para investimentos no turismo da Capital. “A implantação do projeto do Bonde Histórico será um elemento que dará um charme especial ao processo de revitalização do Centro de Porto Alegre”, considerou Fogaça. O Projeto Cultural de Reintrodução do Bonde na Memória e na Paisagem de Porto Alegre foi idealizado pelo programa Viva o Centro. Com os recursos liberados pelo Ministério do Turismo, poderão ter início o estudo de viabilidade e o projeto executivo da obra de implantação da obra. No total, deverão ser liberados cerca de R$ 1,1 milhão para o projeto, com a contrapartida de 10% da prefeitura.Conforme o coordenador do Viva o Centro, Glênio Bohrer, a proposta prevê estações para embarque e desembarque, linha do Bonde Histórico, Centro de Memória do Transporte Público Porto-alegrense e reurbanização e qualificação paisagística do espaço público. Linha do Bonde Histórico - A revitalização dos bondes em uma linha turística apresentará Porto Alegre e seu patrimônio histórico através de um retorno ao passado. O trajeto conta com uma extensão de 3.320 metros de trilhos e via aérea simples. Dois bondes tipo “Brill” restaurados deverão comporão a frota. O itinerário inicia no Largo Glênio Peres, segue pela rua Sete de Setembro e passa pelas ruas Gen. Portinho, Andradas e Salustiano até o terminal junto à praça Júlio Mesquita, próximo ao Gasômetro. O itinerário retorna pela Rua Salustiano até a rua dos Andradas, passando pela Vigário José Inácio, Otávio Rocha e ingressando na Praça XV, junto ao antigo abrigo dos bondes. O trajeto do bonde histórico passa pelo chamado “Corredor Cultural” de Porto Alegre, incluindo eixos das ruas dos Andradas e Sete de Setembro e adjacências, onde estão localizados vários prédios e monumentos de grande valor cultural e turístico.
Principais pontos: • Mercado Público• Chalé da Praça XV• Paço Municipal• Fonte Talavera• Santander Cultural • Praça da Alfândega• Igreja Episcopal do Brasil• Memorial do Rio Grande do Sul• Museu de Arte do Rio Grande do Sul• Casa de Cultura Mário Quintana• Museu Militar• Museu da Brigada• Museu da Marinha• Cine Imperial• Igreja N. S. das dores• Usina do Gasômetro• Museu da Eletricidade• Museu da Com. Social J.H. da Costa• Galeria Chaves• Clube do Comércio

Nenhum comentário: