Translate

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Mutirão debate processos de comunicação e cultura solidária

A abertura oficial do Mutirão de Comunicação América Latina e Caribe ocorreu na noite desta quarta-feira, 3 de fevereiro no Centro de Eventos da Universidade. O Mutirão tem o objetivo de promover o diálogo nos processos de comunicação, movido pela força da cultura solidária.
O encontro reuniu importantes nomes da Igreja Católica no mundo, como o arcebispo de Porto Alegre, Dom Dadeus Grings, o presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, Dom Cláudio Maria Celli, o presidente da Comissão Episcopal para a Cultura, Educação e Comunicação da CNBB e arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, o bispo auxiliar da capital, Dom Remídio José Bohn, entre outros. Também estiveram presentes o senador Pedro Simon, a governadora Yeda Crusius e o prefeito José Fogaça.
A Orquestra de Flautas Villa Lobos abriu o evento, que também contou com uma conferência de Dom Cláudio Maria Celli. O arcebispo da capital, que também preside o Mutirão, lembrou os desafios atuais para se acompanhar a mudança que ocorre na comunicação, agora mais democrática e de tantas formas diversificadas. O vice-reitor destacou o objetivo audacioso de se promover um espaço de diálogo sobre justiça, liberdade e paz. "Hoje em dia, todos veem tudo e sabem tudo. Mas não compreendem melhor o que acontece", frisou.
O Mutirão é organizado pelo Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), pela Organização Católica Latino-americana de Comunicação (OCLACC) e pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e segue até domingo, 7 de fevereiro. O evento pretende reunir, além dos dois mil inscritos, pessoas de 37 países para debater sobre os novos cenários políticos e sociais latino-americanos e os processos de comunicação, economia e comunicação na era digital e comunicação no diálogo das culturas. O encontro também contará com atividades gratuitas.
Na sexta-feira, 5 de fevereiro, das 14h às 18h, os seminários temáticos debaterão importantes temas como a concentração da propriedade nas comunicações e relações de poder, sociedade da informação, processos de digitalização e convergência tecnológica, economia solidária e processos de comunicação, Deus como "mercadoria" na era digital, entre mais assuntos. Às 20h, ocorre a entrega do prêmio "Comunicador da Paz", em que o vice-reitor participa. A programação completa do Mutirão e outras informações podem ser obtidas no site www.muticom.org.

Nenhum comentário: