Translate

terça-feira, março 02, 2010



Bispo Edir Macedo será reconhecido como jornalista
Determinação foi dada pelo Tribunal Regional Federal ao sindicato carioca
O Tribunal Regional Federal da 2ª Região determinou que o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio de Janeiro (SJPMRJ) conceda carteira de jornalista ao bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) e principal acionista do Grupo Record. A decisão, ajuizada pelo desembargador Fernando Marques atende a recurso impetrado por Macedo em 2001, quando ele teve pedido de registro negado pelo sindicato.
Até a decisão, o bispo possuía carteira de Jornalista Colaborador e o sindicato exigia registro de Jornalista Profissional. Em agosto, dois meses após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter derrubado a obrigatoriedade do diploma, a Justiça decidiu em favor de Macedo. Apesar de o recurso ter sido aprovado há seis meses, apenas em fevereiro o sindicato foi notificado.
O advogado que defende a entidade, Walter Monteiro, encaminhou pedido ao TRF, cobrando esclarecimentos de como proceder diante da decisão. Ele lembra que em 2001, quando entrou com recurso na Justiça, o bispo mantinha carteira que já não existe atualmente. Ele sugere, ainda, que Macedo obtenha registro no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Monteiro ressalta que, por ser uma carteira de identificação, para ser validado, o bispo deverá comparecer ao sindicato com fotos, RG e CPF.COLETIVA.NET

Nenhum comentário: