Translate

quarta-feira, outubro 28, 2009

Durante uma semana, de 19 a 23 de outubro, cerca de 700 porto-alegrenses participaram do ciclo de debates sobre políticas públicas de cultura, na Capital. Os participantes do evento debateram a democratização dos bens culturais, a recuperação e a criação de espaços públicos para uma efetiva circulação desses bens, o direito à cidadania informada e o respeito à pluralidade de visões de mundo. Também esteve em pauta a luta pela preservação das várias memórias do passado, o incentivo à criação artística em todos os setores e o caráter pedagógico da cultura como elemento civilizatório e como fator de inclusão social e de geração de renda.
Ao todo, foram dez pré-conferências setoriais, de Patrimônio e Memória Cultural; Descentralização/OP; Música; Livro e Literatura; Carnaval; Manifestações Populares e Diversidades; Tradição e Folclore; Teatro, Dança e Circo; Cinema, Vídeo e Fotografia; e Artes Plásticas. Das discussões resultaram mais de 200 propostas, que serão discutidas pelos cerca de 120 delegados eleitos nas pré-conferências setoriais, durante a 6ª Conferência Municipal de Cultura de Porto Alegre, que será realizada nesta quarta-feira, 28, das 8h às 20h, na Sala Elis Regina, na Usina do Gasômetro.
Conforme o regimento da conferência, os cinco eixos de discussão são: a Produção Simbólica e Diversidade Cultural, a Cultura, Cidade e Cidadania, a Cultura e Desenvolvimento Sustentável, a Cultura e Economia Criativa e a Gestão e Institucionalidade da Cultura. COLETIVA

Nenhum comentário: