Translate

quinta-feira, junho 25, 2009

*O governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública e do Instituto-Geral de Perícias (IGP), está enviando um profissional da área de perícia genética forense para auxiliar nos trabalhos de identificação das vítimas do acidente aéreo com o voo 447, da Air France, que caiu no Oceano Atlântico em 31 de maio, com 228 ocupantes a bordo. Para este trabalho, a perita Trícia Kolmes Albuquerque, do Laboratório de Perícias, foi a escolhida para representar o Estado e a perícia gaúcha no caso, de repercussão internacional. Trícia Albuquerque retornou recentemente dos Estados Unidos, onde representou os laboratórios estaduais brasileiros e recebeu treinamento do FBI sobre o programa de gerenciamento de perfis genéticos (Codis-Combined DNA Index System), que cria um banco de DNA e faz os devidos cruzamentos para identificação. De acordo com o diretor-geral do IGP, Áureo Martins, os trabalhos serão desenvolvidos a partir de 1º de julho, no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, em Brasília. Despesas de passagens aéreas e diárias serão pagas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública. O Estado também colocou à disposição da família dos gaúchos que estavam no voo o Laboratório de Perícias do IGP, que fará coleta de material para elaboração de laudo de DNA, para uma possível comparação e identificação. O convite para que o Estado auxilie nos trabalhos foi formalizado em ofício remetido nessa terça-feira (23), pela diretoria Técnico-Científica da Polícia Federal.
Fonte: Site do Estado

Nenhum comentário: