Translate

terça-feira, junho 16, 2009

*Foram inaugurados na tarde de hoje, 15, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPSad) e o Pronto-Atendimento Psiquiátrico, ambos no Centro de Saúde IAPI. A iniciativa da prefeitura, em parceria com o Hospital Mãe de Deus, amplia a oferta de tratamento para dependentes químicos da Capital com 17 novos leitos. (Veja Vídeo)
Durante o ato de inauguração dos novos espaços, o prefeito José Fogaça agradeceu o apoio da instituição e destacou as ações da prefeitura para enfrentar a questão da dependência química. "Estamos inaugurando novo momento na história da saúde pública em Porto Alegre. Cada novo passo é uma conquista e a certeza de que estamos caminhando na direção certa", afirmou. (fotos)De acordo com Fogaça, desde 2005, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) trabalha para qualificar a estrutura dos pronto-atendimentos psiquiátricos, iniciando pelo Pronto-Atendimento Cruzeiro do Sul (Pacs). Há cerca de duas semanas, também em parceria com o Mãe de Deus, foi inaugurado o CAPSad Vila Nova para atender a população da região Sul/Centro Sul.Conforme o titular da SMS, Eliseu Santos, no próximo semestre serão inaugurados 30 leitos no Hospital Espírita, totalizando cerca de 80 novas vagas neste ano destinadas ao tratamento de dependentes químicos. "É uma iniciativa inédita em Porto Alegre. A prefeitura dá um passo importante, buscando parceiros responsáveis e qualificados na tentativa de diminuir o sofrimento dos pacientes e suas famílias", disse.
Atendimento - O pronto-atendimento ocupa 400 metros quadrados e tem 14 leitos de observação para permanência de até 72 horas e um leito de isolamento para observação de pacientes agudos. A desintoxicação em nível ambulatorial também será oferecida no CAPSad, que conta com dois leitos. No local, uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogo, psiquiatras, clínico geral, assistente social, enfermeiro, terapeuta ocupacional e auxiliares de enfermagem, atenderá pacientes e familiares em consultas individuais, grupoterapia e oficinas. De acordo com o diretor-presidente do Hospital Mãe de Deus, Cláudio Seferin, no total serão cerca de 100 profissionais para o atendimento das unidades IAPI, Vila Nova e Hospital Espírita.

Nenhum comentário: