Translate

quinta-feira, maio 21, 2009

*Mais conhecido como ator e diretor de cinema, o austríaco (radicado na Alemanha) Bernhard Wicki tem a sua faceta de fotógrafo recuperada em bela exposição inaugurada no último dia 12, na Galeria dos Arcos da Usina do Gasômetro. A partir de hoje, 19, a exposição será complementada por uma pequena mostra de filmes, um dirigido por Wicki e dois em que ele trabalha como ator, exibidos até dia 24 na Sala P. F. Gastal (Usina do Gasômetro - 3º andar). No dia 22, às 19h, a Sala P. F. Gastal sedia a sessão de lançamento dos curtas Napo: Acha que Sou Masoquista?, O Curinga e Longe de Casa, da produtora Colateral Filmes.
A mostra de filmes, iniciativa do Instituto Goethe, em parceria com a Coordenação de Cinema e Fotografia da Secretaria Municipal da Cultura, inclui o filme mais célebre de Wicki, o clássico de guerra A Ponte (1959), além de dois filmes em que ele trabalha como ator, ambos dirigidos por Helmut Käutner, Noivado em Zurique e A Última Ponte. Vencedor do Globo de Ouro de melhor filme filme estrangeiro e indicado ao Oscar na mesma categoria, A Ponte alavancou a carreira de cineasta de Wicki. Sua repercussão foi tamanha que acabou rendendo ao diretor um convite para trabalhar em Hollywod. Lá Wicki assinou o épico O Mais Longo dos Dias (1963), superprodução sobre o desembarque dos aliados na Normandia, A Visita (1964), adaptação da peça teatral A Visita da Velha Senhora, com Ingrid Bergman e Anthony Quinn, e Morituri (1965), veículo para o estrelato de Marlon Brando e Yul Brynner. Além de atuar em inúmeros filmes, Wicki também trabalhou para diretores de prestígio como Antonioni (A Noite, onde fez o amigo moribundo de Marcello Mastroianni), Fassbinder (Despair), Wajda (Um Amor na Alemanha) e Wim Wenders (Paris, Texas).
Programação Hoje - 1915h - A Última Ponte17h - Noivado em Zurique19h - A Ponte Amanhã - 2015h - A Ponte17h - A Última Ponte19h - Noivado em Zurique Quinta-feira - 2115h - Noivado em Zurique17h - A Ponte19h - A Última Ponte Sexta-feira - 2215h - Noivado em Zurique17h - A Última Ponte19h - Coquetel de lançamento dos curtas Napo: Acha que Sou Masoquista?, O Curinga e Longe de Casa, da produtora Colateral Filmes Sábado - 2315h - A Ponte17h - Noivado em Zurique19h - A Última Ponte Domingo - 2415h - Noivado em Zurique17h - A Última Ponte19h - A Ponte FILMES PROGRAMADOS A Última Ponte (Die Letzte Brücke), de Helmut Käutner (1954, 98 minutos, preto e branco)O drama de Helga (Maria Schell), uma jovem médica alemã que trabalha em um hospital dos Bálcãs durante a Segunda Guerra Mundial. Certo dia, ela é seqüestrada por soldados iugoslavos. Procura fugir, mas logo compreende que não poderá negar sua ajuda como profissional. Com o passar do tempo surge uma epidemia de cólera no acampamento e a falta de medicamentos a leva ao contrabando destes. Grande atuação de Schell (premiada no Festival de Cannes), atriz conhecida principalmente como intérprete de papéis melodramáticos. Noivado em Zurique (Die Zürcher Verlobung), de Helmut Käutner (1957, 101 minutos, colorido)Uma comédia sobre o amor ao mundo do cinema. Juliane (Liselotte Pulver) é uma jovem escritora que acaba de separar-se do seu noivo e está escrevendo um relato sobre suas infelizes experiências no amor. Logo, um estúdio cinematográfico demonstra interesse pelo roteiro. O diretor do filme será Paul, a quem Juliane havia conhecido no consultório odontológico de seu tio. Além disso, existe Jean, um amigo de Paul, pelo qual ela também se entusiasma. A Ponte (Die Brücke), de Bernhard Wicki (1959, 103 minutos, preto e branco)Abril de 1945. Uma pequena cidade alemã nos últimos dias da guerra. Uma bomba atinge uma ponte próxima, o front se aproxima rapidamente e o exército mobiliza seus últimos soldados. Sete alunos de uma mesma classe escolar são recrutados de última hora. Para estes adolescentes, a guerra tinha sido até este dia apenas uma aventura que eles acompanhavam de longe. Agora terão de enfrentar a brutal realidade da

Nenhum comentário: