Translate

sexta-feira, maio 29, 2009

*Para alavancar seu share e conter o avanço de audiência da Rede Record, o SBT Rio Grande prepara mudanças em sua linha editorial, que será focada principalmente na classe C. A alteração, que é uma recomendação da direção nacional, ocasionou a saída da emissora da editora regional e coordenadora de Jornalismo, Cristiane Finger. A jornalista apresentava o programa havia nove anos e, entre idas e vindas, possuía 15 anos de casa. “Nem sempre nós, como jornalistas, podemos dar ao espectador aquilo que ele quer, mas, sim, o que ele precisa. Se formos fazer exatamente o que a concorrência faz, não faremos tão bem. Temos que encontrar o nosso nicho, uma forma singular de fazer jornalismo e que cative a audiência por isso”, afirmou Cristiane.
Segundo a gerente comercial Vera Bavaresco, a orientação vinda de São Paulo era a de que Cristiane não tinha o perfil para comandar a atração, que será remodelada em breve. O repórter Juliano Tonial está à frente do SBT Rio Grande desde a última terça-feira, 26. De acordo com Vera, com as primeiras modificações, a atração ganhou mais pique e dinamicidade e passou a ter mais matérias ao vivo e policiais.
Aos 45 anos de idade e 24 de carreira, a jornalista e professora da PUC pretende, agora, colocar as suas atividades acadêmicas em ordem. “O jornalismo e a formação de novos talentos são as paixões da minha vida. Sou muito inquieta e pretendo encontrar novos desafios pela frente”, disse.
Em fevereiro, o diretor nacional do SBT, Paulo Nicolau, afirmou que a emissora planejava unificar a chefia de jornalismo das suas filiadas em todo o Brasil. Conforme o executivo, até o fim do ano, São Paulo concentrará as decisões editoriais. Na ocasião, o diretor regional do SBT Rio Grande do Sul, Luis Cruz, informou que todos os jornais locais seriam produzidos de acordo com os de São Paulo. (Coletiva.net)

Nenhum comentário: